O Poder de Deus


“Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu. O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores. E não nos induzas à tentação, mas livra-nos do mal; porque teu é o Reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém”.

   Depois de refletirmos sobre os temas da oração do Pai Nosso, iremos refletir sobre as razões apresentadas por nosso Senhor Jesus Cristo porque deveríamos fazer aquelas petições a Deus. A primeira razão é porque Deus é soberano e reina sobre todo o universo (porque teu é o reino). A segunda razão apresentada por Jesus é que Deus é Todo Poderoso (pois teu é o poder) e a terceira razão é porque a Deus pertence toda a glória (pois tua é a glória).

    Como já refletirmos sobre o reino de Deus quando dissertamos sobre o tema “Venha a nós o teu Reino”, iremos neste artigo dissertar, de forma sucinta, sobre o poder de Deus, e no próximo sobre a glória de Deus.

   No livro de Gênesis, quando Deus se revelou a Abraão Ele o fez como o Deus Onipotente, ou seja, aquele que tem todo o poder. “Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos apareceu o Senhor a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda em minha presença e sê perfeito” Gn 17.1. Quando Deus afunilou a promessa de conceder uma grande descendência a Abraão sendo ele e sua esposa Sara  idosos, e Sara também estéril, ela no seu íntimo pontuou algumas impossibilidades, o que fez Deus lherevelar algo mais de Suaonipotência: “haveria coisa alguma difícil para o Senhor?...” Gn 18.9-14. Em diversos outros textos bíblicos encontramos, tanto no A.T.como no N.T., esse precioso ensino sobre a onipotência de Deus (Ex 6.3; Rt 1.20;Jó 5.17; Mt 26.64; Mc 14.62; Ap 1.8;...).

     A palavra onipotência é composta de duas palavras latinas omni (todo) e potentia (poder) e significa todo o podertoda a autoridade, capacidade de fazer tudo. Esse atributo de Deus quer dizer que Ele é Todo Poderoso, tem todo o poder, capaz de fazer tudo o que lhe apraz. As Escrituras nos revelam essa grande verdade, que Deus é Todo Poderoso, creditando-Lhe a criação de todas as coisas a partir do nada. “No principio criou Deus os céus a e terra”.

     Ao Senhor Jesus Cristo, como eterno Filho de Deus, a segunda pessoa da Santíssima  Trindade é conferido também esse atributo, pois assim encontramos nas Escrituras: “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra” Mt 28.18.  No livro de Apocalipse encontramos outra Escritura que fala sobre o assunto: “Eu sou o alfa e o Ômega, o principio e o fim, diz o Senhor, que é, que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso” Ap 1.8.

  Esse atributo de Deus traz para a vida do Seu povo, a Igreja, diversas implicações, tais como: Deus salva da perdição eterna através de Jesus os crentes, removendo-lhe a culpa do pecado (Ef 1.7); Deus ressuscitará os mortos, dando aos crentes em Cristo um corpo glorificado e aos não crentes corpos especiais para suportarem a eternidade (1 Co15.51-54; Jo 5.28,29); Deus fez, faz e fará maravilhas em favor de Seu povo (Gl 3.5); Deus criará no devido tempo novos céus e nova terra (2 Pe 3.12,13);  Deus abre caminho onde não há caminho (Ex 14.21); Deus dá a vida e a tira quando achar conveniente (1 Sm 2.6); Deus dará curso ao Seu programa eterno em todas as suas etapas e ninguém pode impedir que isso aconteça (Is 34.16); enfim, Deus é capaz de tudo.

    No que se refere ao Pai Nosso, naquelas petições que fazemos sobre “o pão nosso de cada dia dá-nos hoje”, sobre a proteção quanto ao não nos deixar cair na tentação bem como ao  livramento do mal, Deus em Cristo nos concederá isso, pois a Ele pertence todo o poder, “pois teu é o poder”.

    Assim sendo,curvemo-nos diante desse Poderoso Deus, confiemos nEle e O sirvamos de todo o coração.