Nasceu Jesus


Quando o homem pecou, as trevas do pecado começaram a dominar o cenário humano. Á medida que a humanidade crescia, mais intensa essas trevas ficavam. Aqui e ali, vislumbres da glória de Deus brilhavam em algumas vidas, trazendo gotinhas da revelação especial de Deus. Em Gênesis 3.15, um ponto luminoso apareceu na história humana – da semente da mulher nasceria aquele que esmagaria a cabeça da serpente.
No plano eterno de Deus, estava previsto que o mundo seria inundado com a Sua presença, agora através da encarnação de Seu Filho, Jesus Cristo.
O texto de Lucas, quando trata do natal de Jesus, se expressa assim: “pelas entranhas da misericórdia do nosso Deus, com que o oriente do alto nos visitou, para alumiar os que estão assentados em trevas e sombra da morte, a fim de dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.” Lc 1.77,78.
No Antigo Testamento encontra-se uma profecia sobre esse irromper de luz quando da presença do Filho de Deus neste mundo, como o Verbo encarnado (Is 9.1,2). “A terra de Zebulom e a terra de Naftali, junto ao caminho do mar, além do Jordão, a Galiléia dos gentios. O povo que jazia em trevas viu grande luz, e aos que viviam na região e sombra da morte resplandeceu-lhes a luz.” Mt 4.15,16. O texto de Gl 4.4, diz que o Senhor Jesus nasceu na plenitude dos tempos, ou seja, o natal de Jesus é o tempo mais glorioso da história da salvação. “Mas, Vindo, porém, a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei.”
Tratando do fato histórico do nascimento de Jesus, lembramos que o mesmo aconteceu na cidade de Belém de Judá, em território israelita, a dois mil anos atrás. Esse nascimento fora predito no Antigo Testamento em diversas ocasiões, inclusive mencionando circunstâncias como ocorreria.
Jesus foi gerado pelo Espírito Santo no ventre de Maria, conforme revelação das Sagradas Escrituras. A partir da concepção, que foi sobrenatural, o processo de gestação foi igual à de qualquer outro ser humano.
No dia determinado por Deus nasceu Jesus, o Salvador, o Senhor da vida, o Rei da glória.
Comemoremos o natal com um sentimento de gratidão a Deus pela vinda de seu Filho a este mundo. 
“Nasce Jesus! Fonte de luz! Descem os anjos cantando. Nasce Jesus! É nossa luz, que as trevas vai dissipando.”